Fechar

A VERSÃO BETA DO PORTAL JÁ ESTÁ DISPONÍVEL

Visite a versão BETA do Portal Europeu de Justiça e conte-nos a sua experiência!

 
 

Percurso de navegação

menu starting dummy link

Page navigation

menu ending dummy link

Encontrar um mediador - Luxemburgo

A tradução deste texto para português está em curso.
Traduções já disponíveis nas seguintes línguas: francês.

Esta secção do portal ajuda-o a encontrar um mediador no Luxemburgo.


Como encontrar um mediador no Luxemburgo?

Os mediadores de organismos privados a seguir indicados gerem um registo de mediadores:

O acesso às bases de dados dos mediadores é gratuito?

Sim, o acesso ao registo dos mediadores é gratuito.

Como procurar um mediador no Luxemburgo?

Pode consultar e pesquisar na lista de mediadores gerida pelos seguintes organismos privados:

Ligações úteis

A ligação abre uma nova janelaAssociação Luxemburguesa de Mediação e dos Mediadores Autorizados

A ligação abre uma nova janelaCentro de Mediação da Ordem dos Advogados Luxemburguesa

A ligação abre uma nova janelaCentro de Mediação

A ligação abre uma nova janelaCentro de Mediação Sociofamiliar

A ligação abre uma nova janelaMinistério da Justiça


As diferentes versões linguísticas desta página são da responsabilidade dos respetivos Estados-Membros. As traduções da versão original são efetuadas pelos serviços da Comissão Europeia. A entidade nacional competente pode, no entanto, ter introduzido alterações no original que ainda não figurem nas respetivas traduções. A Comissão Europeia declina toda e qualquer responsabilidade quanto às informações ou aos dados contidos ou referidos neste documento. Por favor, leia o aviso legal para verificar os direitos de autor em vigor no Estado-Membro responsável por esta página.
Os Estados-Membros responsáveis pela gestão das páginas com conteúdos nacionais estão a proceder atualmente à atualização de alguns dos conteúdos deste portal para ter em conta a saída do Reino Unido da União Europeia. A eventual permanência de conteúdos que não refletem a saída do Reino Unido é involuntária e será devidamente corrigida.

Última atualização: 20/12/2018