Close

BETA VERSION OF THE PORTAL IS NOW AVAILABLE!

Visit the BETA version of the European e-Justice Portal and give us feedback of your experience!

 
 

menu starting dummy link

Page navigation

menu ending dummy link

Tribunais ordinários - Países Baixos

Esta secção contém informações sobre a organização dos tribunais ordinários nos Países Baixos.


Tribunais de Primeira Instância

Uma ação judicial inicia-se, frequentemente, num tribunal de primeira instância. Nos Países Baixos, são onze os tribunais de primeira instância.

Cada tribunal subdivide-se em secções:

  • Direito Civil (entre cidadãos);
  • Direito Administrativo (cidadãos contra poderes públicos);
  • Direito Penal (infrações e delitos);
  • Justiça de Paz ( entre outros, litígios sobre arrendamentos, dívidas, recursos contra multas por infrações ao Código da Estrada, litígios laborais e infrações).

Instâncias de Recurso

Qualquer pessoa que discorde de uma decisão proferida em primeira instância pode interpor recurso. Tratando-se de questões de direito penal e de direito civil, o recorrente pode fazê-lo num dos quatro tribunais de recurso. Tratando-se de contencioso administrativo, o recurso pode, consoante o objeto, ser interposto:

  • nos tribunais de recurso;
  • no Tribunal da Relação (Centrale Raad van Beroep);
  • no Tribunal da Relação para Questões Económicas (College van Beroep voor het bedrijfsleven);
  • no Conselho de Estado [Secção do Contencioso Administrativo (Afdeling Bestuursrechtspraak van de Raad van State)].

Supremo Tribunal

O Supremo Tribunal dos Países Baixos é a mais alta instância do país nas matérias cível, penal, e fiscal. Tem o poder de anulação (cassatie) de acórdãos proferidos pelos tribunais de recurso. Além disso, cabe ao Supremo Tribunal preservar a uniformidade do direito neerlandês e supervisionar a sua evolução.

Encontram-se disponíveis mais informações sobre a organização do poder judicial neerlandês no A ligação abre uma nova janelasítio da justiça dos Países Baixos.

Bases de dados jurídicas

É publicada uma parte importante das sentenças e acórdãos proferidos, os quais estão acessíveis publicamente através da base de dados situada no sítio da Internet A ligação abre uma nova janelarechtspraak.nl.

É o acesso à base de dados gratuito?

Sim, o acesso é gratuito.

Apontadores conexos

A ligação abre uma nova janelaJurisprudência Neerlandesa e Supremo Tribunal dos Países Baixos

A ligação abre uma nova janelaInformações em Inglês sobre o Sistema Judiciário Neerlandês


As diferentes versões linguísticas desta página são da responsabilidade dos respetivos Estados-Membros. As traduções da versão original são efetuadas pelos serviços da Comissão Europeia. A entidade nacional competente pode, no entanto, ter introduzido alterações no original que ainda não figurem nas respetivas traduções. A Comissão Europeia declina toda e qualquer responsabilidade quanto às informações ou aos dados contidos ou referidos neste documento. Por favor, leia o aviso legal para verificar os direitos de autor em vigor no Estado-Membro responsável por esta página.
Os Estados-Membros responsáveis pela gestão das páginas com conteúdos nacionais estão a proceder atualmente à atualização de alguns dos conteúdos deste portal para ter em conta a saída do Reino Unido da União Europeia. A eventual permanência de conteúdos que não refletem a saída do Reino Unido é involuntária e será devidamente corrigida.

Última atualização: 25/02/2020